Clara Moreira

Clara Moreira é artista visual, nasceu e mora no Recife. Sua pesquisa artística desenvolve-se no uso do desenho simbólico e figurativo como linguagem de franca comunicação. Quase sempre Clara desenha com lápis de cor sobre papel.

Exposições Individuais:

Dez anos de cinema Brasileiro através dos cartazes de Clara Moreira Biblioteca Pública de Santa Maria da Feira, Portugal, 2019.

Mostra retrospectiva dos 60 cartazes de cinema (filmes e festivais) feitos por Clara ao longo de 10 anos com desenhos feitos à mão. Esta exposição foi realizada a convite do Festival de Cinema Luso Brasileiro de Santa Maria da Feira, em sua 22a edição.

Vislumbres de uma história de cinema

Palácio das Artes, Fundação Clóvis Salgado, Belo Horizonte, 2019.

A montagem brasileira da exposição retrospectiva dos mais de 60 cartazes de cinema desenhados por Clara Moreira aconteceu em Belo Horizonte no Palácio das Artes, a convite do 21o. Festival Internacional de Curtas de Belo Horizonte. Foram selecionados 40 cartazes e expostos, pela primeira vez, 20 dos desenhos originais feitos por Clara e utilizados nestes cartazes.

Participação em exposições coletivas:

> Com a obra “Pássara 13” (28x25 cm, lápis grafite sobre papel de algodão), participou na exposição coletiva Mulheres que Frequentam, na galeria Maumau. Recife, 2019.

> Com a obra "Farol de Recife" (94x74 cm, lápis de cor sobre papel), participou na exposição coletiva Cataclismo, curadoria de Steve Coimbra, na Garrido Galeria. Recife, 2019.

> Com a série "Formas de não ter cabeça" (seis obras de desenho de lápis grafite e lápis de cor sobre papel, diversos tamanhos) participou da exposição coletiva Para existir, curadoria do grupo Phantom5. Recife, 2018.

> Com as obras “Pássara 8” e “Pássara 9”, (33x25 cm cada, lápis de cor sobre papel de algodão) participou na exposição coletiva A noite não adormecerá, curadoria de Julya Vasconcelos, na galeria Amparo 60. Recife, 2018.

> Com a obra “Manga” (13x17 cm, lápis de cor sobre papel de algodão) participou na exposição coletiva Prato de artista, na galeria Maumau. Recife, 2017.

> Com a obra “Sem título” (35x51cm, lápis de cor sobre papel de algodão) participou na exposição coletiva Delas, na galeria A Casa do Cachorro Preto. Olinda, 2017.

Segunda a sexta: 10h às 19h
Sábado: 11h às 17h

+55 81 3033.6060

+55 81 99986.0016

galeria@amparo60.com.br

Rua Artur Muniz, nº 82, 1º andar, salas 13 e 14 (Entrada pelo restaurante Alphaiate)
Boa Viagem | Recife | Pernambuco